Opway faliu de vez e Câmara de Coimbra vai ter de abrir novo concurso

Posted by

Manuel Machado já o tinha admitido. Mas agora é definitivo. Com a segunda sentença do Tribunal de Comércio de Lisboa, que reiterou, na semana passada, a insolvência da Opway Engenharia, a Câmara de Coimbra vai mesmo ser obrigada a lançar um novo concurso para a empreitada de estabilização dos muros do rio Mondego.
A empreitada, recorde-se, tinha sido consignada em outubro de 2018 ao consórcio Opway Engenharia e Construtora do Infantado. O investimento ascende a cerca de 7,1 milhões de euros, para um prazo de 540 dias.
Em maio último, depois de o DIÁRIO AS BEIRAS ter tornado pública a ausência de obras nas margens do rio, Manuel Machado logo admitiu que o lançamento de novo concurso parecia ser a solução mais realista. Ainda assim, o autarca lembrou que, nessa altura, a insolvência da Opway, declarada em abril, acabara de ser anulada pelo tribunal, na sequência do recurso apresentado pela nova gestão da outrora companhia-bandeira do grupo Espírito Santo.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.