Mira recebe mais de mil pombos de 30 países para competição internacional

Posted by

Arquivo

Mira, no distrito de Coimbra, vai acolher no dia 31 os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, onde participam mais de mil pombos de 30 países, informou hoje a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC).

O Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Mira, vai acolher as provas internacionais, estando mais de mil pombos de 30 países desde maio naquele concelho do distrito de Coimbra, a treinar para as competições, referiu a FPC, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

De acordo com a organização, no dia 31, todos os pombos vão ser soltos ao mesmo tempo de Luciana, município da província de Ciudad Real, a cerca de 420 quilómetros do Columbódromo de Mira, onde terminam a competição.

A chegada está prevista a partir das 12H00 desse dia.

A 31 de agosto, vão ser disputadas várias provas em simultâneo: Campeonato da Europa e da Europa de Jovens, o Torneio Ibero Latino Americano, a Liga das Nações, o Grand Prix de Portugal da Federação Columbófila Internacional (que conta para o ranking mundial), a Liga Nacional dos Campeões e o Campeonato Nacional de Jovens.

“Esta parceria é bastante importante para o nosso município, pelo impacto que as provas têm na economia local. Há centenas de pessoas que nos visitam por causa da columbofilia e tem também uma componente muito importante na divulgação da marca Mira associada à prática da columbofilia”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida, citado na nota de imprensa.

O Columbódromo de Mira arrancou em 1997, tendo já acolhido cinco campeonatos do mundo, sete campeonatos do mundo para jovens columbófilos, 19 campeonatos da Europa e 21 Grand Prix, entre outras provas.

Os Campeonatos Internacionais que vão decorrer em Mira são organizados através de uma parceria entre a FPC, a Federação Columbófila Internacional e o município.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.