Ministro do Ambiente apela para fim da greve dos motoristas

Posted by

FOTO DR

O ministro do Ambiente apelou hoje para o fim da greve dos motoristas de matérias perigosas, no dia em que está marcado um plenário desses trabalhadores para decidir se continuam ou terminam o protesto.

“Num dia que é obviamente importante porque há um plenário do sindicato [dos motoristas de matérias perigosas], apelo às partes para um entendimento e para que a greve chegue ao fim”, afirmou João Pedro Matos Fernandes numa conferência de imprensa no Porto, para fazer um balanço da situação de emergência energética no país no sétimo dia da greve dos motoristas de matérias perigosas.

O ministro adiantou ainda que os serviços mínimos foram, no sábado, “ultrapassados”, tendo sido “cumpridos a 123%”, o que “traduz a existência de um número expressivo de trabalhadores que já não estão em greve”.

De acordo com o governante, no sábado “estavam previstos 256 transportes de combustível e foram executados 315”.

Quanto à possibilidade do fim da greve, Matos Fernandes considerou “um bom sinal” o comunicado da Antram de sábado, a disponibilizar-se para integrar um processo de mediação junto da Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho.

“[O comunicado] deixa uma claríssima capacidade para negociar” com o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), o único que se mantêm em greve, observou.

“Sentimos que existem todas condições para que o único sindicato que se mantém em greve se sente à mesa para negociar”, acrescentou.

O ministro afirmou ainda que “a forte expectativa que o Governo tem” é que, no plenário de trabalhadores, “haja condições para desconvocar a greve”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.