Lousã em risco máximo de incêndio esta quarta-feira

Posted by

Os concelhos da Lousã, no distrito de Coimbra, e Alcoutim e Monchique, em Faro, apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental, com exceção de Viana do Castelo, em risco muito elevado e elevado de incêndio.

De acordo com o instituto, o risco de incêndio vai continuar máximo, muito elevado e elevado pelo menos até ao fim de semana em vários distritos de Portugal continental.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Na segunda-feira, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou para o agravamento do risco de incêndio até sexta-feira para valores “muito elevados a máximos” em todo o território, com o aumento da temperatura e a diminuição da humidade.

ANEPC referiu, com base em informações do IPMA, que até sexta-feira a temperatura vai subir, variando entre os 30 e os 35 graus, podendo atingir valores superiores no interior (39).

Por causa das temperaturas elevadas, o IPMA emitiu um aviso amarelo para os distritos de Braga, Porto, Coimbra, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal, Évora e Beja entre as 10:00 de hoje e as 18:00 de quinta-feira.

O aviso amarelo, o terceiro de uma escala de quatro, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando temporariamente períodos de maior nebulosidade na faixa costeira a sul do Cabo da Roca, e, durante a tarde, no interior da região Centro e do Alentejo e possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovada no interior centro durante a tarde.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.