AESL acusa Governo de faltar aos compromissos com zonas afetadas pelos incêndios

DR

A Associação Empresarial da Serra da Lousã (AESL) acusou ontem o Governo de faltar aos compromissos assumidos nas zonas afetadas pelos incêndios de 2017, em nota enviada ao DIÁRIO AS BEIRAS.

Em causa está o encerramento antecipado em um ano de medidas de apoio excecionais para a contratação de recursos humanos nos 48 concelhos afetados pelos fogos de 2017.

Segundo o presidente da AESL, Carlos Alves “para nossa surpresa e de uma forma muito “subtil”, sem qualquer aviso ou informação prévia, a 7 de junho de 2019 é publicada pelo Governo (…) a Portaria n.º 178/2019, de 7 de junho estabelecendo o término dos apoios para 31 de julho de 2019, isto é, um ano mais cedo do que o estipulado na Portaria n.º 254/2017 e na Portaria n.º 347-A/2017”.

 

Leia a notícia completa na edição impressa desta terça-feira, 20 de agosto, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.