PSD exige conclusão da estrada regional entre Arganil e Côja

Posted by

DR CMA

O PSD de Arganil exigiu hoje a conclusão das obras de beneficiação da estrada regional 342, realçando que cabe ao Governo publicar a portaria de extensão de encargos.

Após ter suspendido a empreitada, para serem “resolvidas as significativas depressões existentes na plataforma da estrada, não previstas no projeto de execução”, a Infraestruturas de Portugal (IP) informou a Câmara de Arganil, presidida pelo social-democrata Luís Paulo Costa, que é necessário “um novo ato burocrático” para as obras poderem avançar, afirma o partido em comunicado.

Trata-se de uma portaria de extensão de encargos, “pese embora o projeto de execução para realização dos trabalhos de uniformização da via se encontrar concluído”, esclarece.

Antes, o PSD de Arganil, no distrito de Coimbra, liderado pelo vereador Luís Miguel Almeida, “acatou o adiamento da conclusão da empreitada por mais um ano, em defesa dos superiores interesses do concelho”, aceitando que as obras terminassem no próximo ano.

“Seis meses após a consignação, data em que a empreitada previsivelmente estaria concluída, somos informados dos novos prazos e dos trâmites inerentes a um processo desta natureza, sendo previsível a sua conclusão no final do primeiro trimestre de 2020”, com atraso de um ano em relação ao que fora anunciado, recorda.

A IP, presidida por António Laranjo, consignou a empreitada de beneficiação da estrada nacional 342, no troço regionalizado entre Arganil e Côja, em setembro de 2018, estabelecendo um prazo de execução de 180 dias, cerca de meio ano.

“A obra demorou a arrancar e cedo se percebeu que algo não corria como previsto”, lamenta ainda o PSD, “firme na reivindicação” da concretização de um investimento público de 1,65 milhões de euros.

O partido exige “celeridade neste processo e respeito por um território do interior que, por demasiadas vezes, luta sozinho contra uma tendência nacional de desertificação”, frisando que “apenas compete ao Governo do PS a publicação da referida portaria para que este importante investimento para o território finalmente possa avançar”.

O PSD lembra que, “face ao lastimável estado” da ligação rodoviária entre Arganil e Côja, acolheu “uma solução minimalista” do problema, apesar de o projeto não incluir “qualquer correção do traçado e se cingir a trabalhos de drenagem de águas e repavimentação”.

“Os arganilenses estão fartos de ser enganados pelo Governo do PS e só podem manifestar a sua insatisfação mostrando um ‘cartão laranja’ ao PS nas próximas eleições legislativas”, acrescenta.

One Comment

  1. Veja quem enganou quem. Consulte a aprovação do projecto anterior e verifique a obra. O que foi executado não corresponde ao que estava projectado, não é verdade? Então porque? Veja com a Câmara, porque não foi acompanhado, como devia o andamento da obra. Verifique o processo e depois fale ou escreva.Desejo-lhe um bom dia.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.