PSD/Coimbra denuncia perseguição política a alunos e pais do CAIC

Posted by

O PSD considera “injusta e burocrática” a decisão da estrutura regional do Ministério da Educação que, “arbitrariamente, indeferiu a inscrição dos alunos do ex-CAIC nas escolas da sua preferência”. Por isso, apela à compatibilização da “justa liberdade de escolha de alunos e pais com a rede escolar de Coimbra”.

A posição da concelhia social-democrata, liderada por Nuno Freitas, surge na sequência de uma reunião com representantes dos encarregados de educação do Colégio da Imaculada Conceição, em Cernache, cujos alunos não puderam escolher as escolas da rede pública, no ato da matrícula.

“É evidente que a situação excecional e única de encerramento de uma escola como o CAIC obrigaria ao bom senso de minimizar os danos educativos e sociais daí decorrentes”, considera o PSD. E acentua: “Infelizmente, um Ministério da Educação capturado por planeamentos centrais soviéticos não deixa qualquer espaço para a liberdade de escolha, como o caso CAIC comprova à sociedade”.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. Tivessem optado pelo ensino publico mais cedo!!!

  2. Zé da Gândara says:

    Foi e é assim com este governo soviético… O que certos não vêem estranhamente é que quando é poder, também se sovietizam com relativa facilidade

  3. Consta que grande parte desses alunos foram colocados na Eugénio de Castro, que ,ao contrário de outras escolas, não tinha os professores necessários para os receber. E consta também que o diretor dessa escola é familiar de alguém da direção regional…Será verdade?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.