Presidente do BMG admite acordo com a Académica

“Estamos em conversas adiantadas, praticamente já assinámos um memorando de interesse de ambas as partes com o Académica de Coimbra, que disputa a II Divisão. Estamos em conversas avançadas.”, anunciou Ricardo Guimarães, presidente do banco brasileiro BMG, em entrevista ao “O Tempo”, sítio noticioso brasileiro na internet.

De acordo com o site, a intenção dos investidores passava, numa primeira instância, por “adquirir o V. Guimarães”, o que acabou por não se concretizar.

“É um passo importante. É uma abertura para ter jogadores no mercado Europeu. O fúnil dos times (equipas) é muito estreito.” afirma, o bancário apaixonado por futebol sem adiantar o valor da compra da Académica/SAD ainda em negociações.

O banco BMG é dono do Clube Atlético Mineiro e do Coimbra, equipa do futebol brasileiro que venceu na época passada o Módulo II do Campeonato Mineiro e esta época encontra-se na elite estadual. Ricardo Guimarães, que foi presidente do Clube Atlético Mineiro, confessa na mesma entrevista: “Sou atleticano, mas também torço pelo Coimbra. Queremos que ele ocupe um lugar. Mas não tem como torcer contra o Atlético”.

O “central” Matheus Mancini pode ter sido apenas o primeiro a rumar do clube de Minas Gerais, detido pelo BMG, tal como se pode ler na edição impressa de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS. O clube brasileiro tem mais mais jogadores para emprestar, sendo que Hulk, Lucas Cândido e Daniel Penha podem seguir as pisadas de Matheus Mancini.

One Comment

  1. O BMG não é dono do Atlético Mineiro,apenas patrocinador

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.