Nova empreitada de um milhão para terminar obras nas “docas”

Posted by

DR

O executivo da Câmara Municipal de Coimbra vai analisar e votar, na próxima reunião, o relatório final do júri que propõe a adjudicação da empreitada para a conclusão da obra de ampliação e requalificação dos edifícios de restauração do Parque Verde do Mondego, popularmente conhecidos como “docas”, à empresa Veiga Lopes, S.A., por mais de um milhão de euros.

A recuperação e ampliação da zona das “docas”, destruídas pelas cheias do rio Mondego, em janeiro de 2016, tem enfrentado algumas peripécias, que atrasaram a obra. A empresa à qual a empreitada fora adjudicada arrastou os trabalhos e apenas executou uma pequena parte da obra, pelo que, em janeiro deste ano, o executivo municipal aprovou por unanimidade tomar posse administrativa da obra e rescindir o contrato. Foi também decidido aplicar sanções e executar as garantias, depois da empresa que venceu o primeiro concurso público não ter concluído os trabalhos dentro do prazo contratualmente previsto. Foi ainda aberto um novo procedimento concursal, aprovado na reunião do executivo municipal de 29 de abril.

Ler a notícia completa na edição impressa de hoje, sábado, 6 julho, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.