Movimento de Tábua reclama melhor serviço de saúde no concelho

Posted by

DR

Um movimento de cidadãos do município de Tábua, no distrito de Coimbra, promove na sexta-feira uma tribuna pública para reivindicar mais saúde no concelho, nomeadamente o aumento de médicos no Centro de Saúde, foi hoje anunciado.

“O serviço de saúde no concelho está cada vez pior e já este ano encerraram a consulta aguda”, denunciou à agência Lusa Bruno Dinis, um dos coordenadores do Movimento Mais Saúde Em Tábua, recentemente criado.

O movimento considera que “não é justo” os habitantes de Tábua terem de se deslocar 30 quilómetros até Arganil para terem acesso a um Serviço de Atendimento Permanente.

Segundo Bruno Dinis, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) “tem obrigação de garantir todo o tipo de assistência ao concelho”, que tem cerca de 12 mil habitantes.

O coordenador do movimento salienta que a redução do número de médicos tem provocado imensos constrangimentos à população, “dificultando o acesso aos cuidados de saúde e encarecendo as deslocações, sobretudo num concelho com elevada percentagem de população idosa e com dificuldades de mobilidade e transporte”.

“A saída de médicos tem agravado cada vez mais o serviço prestado”, sublinhou.

Na sexta-feira, na tribuna pública, o Movimento Mais Saúde Em Tábua vai reclamar que “o número de médicos ao Serviço no Centro de Saúde seja aumentado para nove, capacidade máxima do Centro de Saúde”.

O movimento pretende “que sejam criadas pelo Governo condições financeiras, e outras, de forma a fixar o corpo médico no concelho”.

Reivindicam ainda a reabertura do Serviço de Atendimento Permanente no Centro de Saúde de Tábua 24 horas por dia e a reestruturação do funcionamento da Extensões do Centro de Saúde de Tábua de Midões e Mouronho, de forma a evitar o seu encerramento.

A tribuna pública vai decorrer na sexta-feira a partir das 18H00 em frente ao edifício da Câmara Municipal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.