“Gavius” é o novo restaurante da Pousada Condeixa-Coimbra

Há o jardim, a piscina e a sugestão de frescura. Há o gosto pelo requinte aliado à qualidade gastronómica. É assim o “Gavius”, o novo restaurante localizado no piso 0 da Pousada Condeixa-Coimbra, que está agora aberto a todos – e não só a hóspedes –, com a vantagem de oferecer, entre segunda e sexta-feira, ao almoço, um menu executivo a partir de 11 euros.
Quando a Fundação ADFP adquiriu, em fevereiro deste ano, a unidade hoteleira “percebeu que a pousada dizia muito às pessoas de Condeixa, mas que estava ainda muito afastada da comunidade local”, lembra o diretor do empreendimento turístico, José Miguel Ferreira.
A ideia desta nova fase é, precisamente, “desconstruir esse muro” para que as pessoas possam ir ao restaurante, usufruindo de um espaço onde a qualidade da gastronomia e de um espaço requintado.
“Assumimos o desafio de mostrar aos nossos clientes que é possível ter uma ótima refeição num restaurante localizado num hotel que recebe clientes do hotel, mas também as pessoas da comunidade”, salienta a direção da unidade hoteleira.

Menu e equipa
de cozinha renovada
O Gavius – nome inspirado em Marcus Gavius Apicius, icónico cozinheiro romano – surge, assim, com menu e equipa de cozinha renovada, liderada pelo chef Vasco Pereira e que inclui uma mescla de juventude e experiência na arte da cozinha, além de estagiários das melhores escolas de hotelaria.
“A nossa aposta parte da vontade em nos afirmarmos como local imprescindível no panorama gastronómico da região. Além do menu executivo de almoço, apresentamos uma carta fabulosa para os jantares e todas as refeições de fim de semana, com um preço médio entre os 20 e os 25 euros”, afirma José Miguel Ferreira.

Tradição
e modernidade
O menu alia tradição, risco e modernidade, dividindo-se por pratos a partilhar, como tapas, e por escolhas de carne e peixe, que antecedem deliciosas sobremesas. Ficam apenas alguns exemplos: tranche de garoupa em molho espumante sobre risotto, cabrito à melhor moda de Sicó, carré de cordeiro com esmagada de batata ao sal, torta de laranja em doce de ovos com frutos do bosque e gelado de nata.
Tudo isto (e muito mais), acompanhado por bons vinhos nacionais e um serviço acolhedor e qualificado. Há ainda menu vegetariano e menu infantil.
Refira-se que a aquisição da unidade hoteleira pela Fundação ADFP (Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional) insere-se numa aposta da instituição no desenvolvimento regional, no âmbito da vertente turística, sendo que a fundação já é proprietária do Hotel Parque Serra da Lousã (Miranda do Corvo), do restaurante do Museu da Chanfana, Parque Biológico da Serra da Lousã e do Templo Ecuménico Universalista com Observatório de Religiões.
Possui ainda os museus Espaço da Mente, tanoaria e oficinas de artes e ofícios tradicionais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.