Faltam pelo menos 15 obstetras em Coimbra

DR

O alerta é do bastonário da Ordem dos Médicos: faltam 96 obstetras no Norte e Centro do país, sendo que mais de metade dos obstetras do SNS têm mais de 55 anos, logo, estão dispensados de fazer urgências.

Entre as instituições onde se registam “graves carências de obstetras”, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) é aquele necessita de mais especialistas – 15, de acordo com a Ordem.

De acordo com Miguel Guimarães, as graves carências de obstetras são sentidas também nos Centros Hospitalares de Entre Douro e Vouga (quatro), de Trás-os-Montes e Alto Douro (seis), Médio Ave (dois), São João, no Porto (seis), Póvoa de Varzim/Vila do onde (sete a 10), Tâmega e Sousa (oito a 10), Gaia/Espinho (três), Tondela Viseu (cinco), Cova da Beira (cinco), Baixo Vouga (sete), e ainda no Hospital de Guimarães, que necessita de mais cinco obstetras.

Ler notícia completa na edição impressa de hoje, quarta feira, 3 de julho, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.