Diário de Soure: Fixar jovens é o maior desafio de Tapéus e de Degracias e Pombalinho

FOTO DB/PEDRO RAMOS

À semelhança de tantos outros lugares do designado Interior, as freguesias de Tapéus e de Degracias e Pombalinho têm como principal desafio fixar jovens no território.

Trata-se de um ponto em que os respetivos presidentes de junta Carlos Simões e Sérgio Sá concordam.

Espalhados pelas encostas da Serra de Sicó, os lugares destas freguesias estendem-se em pequenas e múltiplas aldeias. A indústria alimentar está no centro de uma atividade económica que não deixa para trás no tempo produtos de tradição.

É o caso do queijo do Rabaçal que une estas freguesias serranas em torno de uma tradição de pastorícia que, hoje, é menos expressiva do que em tempos já foi, explica Carlos Simões.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.