Utentes do CHUC querem mais rapidez

FOTO ARQUIVO DB/LUÍS CARREGÃ

Minimizar os tempos de espera no atendimento e a demora na marcação de consultas estão entre as principais preocupações dos utentes do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).
Os dados foram divulgados ontem numa sessão que contou com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, e resultam da iniciativa “O que é importante para si?”, que decorreu esta quinta-feira, nas várias unidades do CHUC.
Ao todo foram ouvidas, por profissionais de saúde, 162 pessoas que deram conta daquilo que mais valorizam de cada vez que se deslocam a uma unidade hospitalar. No mesmo dia foram ainda registados 30 comentários escritos de sugestões de melhoria, 26 dos quais nos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC).
A maior parte das conversas, 47, ocorreram no Hospital Geral, tendo sido os HUC o local onde se registaram mais comentários (26). Na Maternidade Bissaya Barreto tiveram lugar 32 conversas entre utentes e profissionais, 27 no Hospital Pediátrico, 23 nos HUC, 18 no Sobral Cid e 15 na Maternidade Daniel de Matos.
“Perguntei a algumas pessoas: o que o faz confiar neste hospital? E nenhum me disse que não era bem tratado ou fez de mim muro das lamentações”, disse Fernando Regateiro, na cerimónia. “É esse elo de confiança que temos de cultivar, sustentar e fortalecer”, referiu o presidente do conselho de administração dos CHUC.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.