Mau tempo: Entidades associativas afetadas pelo Leslie podem candidatar-se a apoios

Posted by

DR

As Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) vão receber, até ao dia 28, candidaturas de entidades associativas, incluindo religiosas, que foram afetadas pelo furacão Leslie, com o objetivo de lhes ser atribuído um apoio financeiro.

De acordo com um despacho dos secretários de Estado do Orçamento e das Autarquias Locais, o apoio financeiro para reparação dos danos causados pelo furacão Leslie será atribuído no âmbito do Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Coletiva, sendo o investimento máximo elegível de cem mil euros.

“A comparticipação destas candidaturas pode incluir trabalhos já executados, desde que na respetiva avaliação documentada seja possível estabelecer um nexo inequívoco entre os danos causados pelo furacão Leslie e a necessidade de reparação urgente das infraestruturas intervencionadas”, explica o despacho.

A dotação para este apoio financeiro é inscrita no Orçamento do Estado para 2020, “no montante necessário para financiamento da comparticipação a apurar nas candidaturas apresentadas”, acrescenta.

Uma resolução do Conselho de Ministros reconheceu que os distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria e Viseu foram “particularmente afetados pelo furacão Leslie”, a 13 e 14 de outubro de 2018.

A mesma resolução determinava “o apoio à reabilitação de equipamentos associativos, recreativos e desportivos afetados pelo furacão Leslie”.

A CCDR Centro teve conhecimento também da existência de danos causados pelo furacão Leslie em equipamentos coletivos de entidades associativas e religiosas da região.

“Em várias situações críticas, os equipamentos que sofreram danos foram já intervencionados e os trabalhos de reparação estão concluídos”, refere o despacho.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.