Homenagens do Município de Miranda do Corvo a António Arnaut e Edgard Panão

Posted by

A plantação da “Oliveira SNS” no Jardim das Casa das Artes, juntamente com uma homenagem a António Arnaut, pai do Serviço Nacional de saúde”  foram os dois momentos mais altos do Dia do Município de Miranda do Corvo, que se assinalou hoje, sábado.
Foi o neto de António Arnault e filho de António Manuel Arnaut (ambos já falecidos), que representou a família na homenagem, escolhendo uma intervenção de forte pendor cívico. António Miguel Arnaut afirmou que “a melhor homenagem que o avô gostaria de ter recebido em vida teria sido a aprovação da Lei de Bases do SNS”, mas que fosse uma legislação que “dignificasse as carreiras da saúde”, questionando se “haverá algum hospital privado no mundo que seja sustentável sem o apoio do Estado?”.

Para fazer o retrato de António Arnaut  foi convidado o conterrâneo Francisco Paz – da Cumieira, Penela – que considerou que “ o SNS é um hino à dignidade humana”, destacando que António Arnaut “entrou na vida política com total desprendimento do poder” acrescentando que “os mais de 30 livros que escreveu são sobre justiça, ética e igualdade”, tendo sido distinguido com a atribuição de “doutor honoris causa” pela Universidade de Coimbra, bem como da Grã-Cruz da Ordem da Liberdade da República Portuguesa.
O outro grande homenageado da sessão foi o professor e historiador Edgard Panão, de 94 anos, nascido no concelho de Penela, mas que passou a viver em Mirando do Corvo desde os seis anos. Licenciado em Histórico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra, foi professor e um dos principais defensores da reconversão do Magistério Primário em Ensino Superior. Desde a sua aposentação que escreve e edita, todo os anos, um livro, muitos deles de histórias das gentes de Miranda do Corvo, sublinhou a editora Isabel Garcia.
O presidente da autarquia, Miguel Baptista destacou o facto de ambos os homenageados serem republicanos, tal como José Falcão, o filho da terra nascido em 1 de junho de 1841, que foi um homem empenhado nos temas da educação, numa perspetiva humanista e contra a monarquia. A sua data de nascimento foi a inspiração para que o Dia do Município se assinale a 1 de junho.

O Dia do Município de Miranda do Corvo fica também assinalado pela inauguração de uma galeria de retratos fotográficos do presidentes da Assembleia Municipal ao longo de décadas.

Toda a informação na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.