Dina Grazina: “O dia devia ter mais de 24 horas…”

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

Começou a frequentar o curso de esteticista aos 15 anos e aos 16 já exercia. Entretanto, continua a ajudar a mãe, Aldina Grazina, no restaurante de que é proprietária, em Armazéns de Lavos. Há cinco anos, abriu um bar naquela localidade, mantendo-se em atividade no estabelecimento da progenitora e no serviço de estética. Em 2018, com 28 anos, inicia-se na confeção e venda de gelados tailandeses, numa rulote, sem abandonar nenhuma das anteriores ocupações.

Chama-se Dina Grazina e a sua capacidade de empreender e trabalhar é do tamanho dos seus 1,80 metros, menor que a sua imensa simpatia. Tem três amores e, como na canção, também não sabe de qual gosta mais. “Não consigo dizer do que gosto mais, porque gosto muito do bar, de ser esteticista e fazer gelados tailandeses”, afirma a esta reportagem.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.