Académica: Plantel que fica da época passada não chega… nem para jogar futsal

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Dos jogadores inscritos e utilizados, na época passada, pela equipa principal da Académica, na 2.ª Liga, há apenas quatro com contrato válido para a próxima temporada.
O guardião Júlio Neiva, o “central” Yuri, o médio Reko e o avançado Djoussé são os únicos quatro jogadores, para já, à disposição da nova equipa técnica.
Júlio Neiva, de 23 anos, cumpriu a primeira época ao serviço dos estudantes. Contratado ao Gil Vicente, alinhou quase sempre ao serviço dos sub-23 e fez apenas quatro partidas pela equipa principal – duas delas como titular – num total de 244 minutos. Tem contrato até 2021.
O brasileiro Yuri Matias, de 24 anos fez a terceira época ao serviço da Briosa.
Depois de começar completamente fora dos planos do treinador Carlos Pinto, sem sequer poder treinar com a equipa, e com a Académica a não conseguir encontrar uma solução até ao fecho do mercado de verão, foi entregue aos sub-23, onde fez duas partidas.
Ainda com Carlos Pinto, foi chamado à equipa principal, no jogo que ditou o afastamento da Briosa na Taça de Portugal, frente ao Pedras Rubras.
Com João Alves o caso mudou de figura e foi titular em 27 partidas até ao final do campeonato, tendo apenas falhado a jornada 8 da 2.ª Liga. Marcou ainda dois golos, frente ao Varzim, à 17.ª jornada, e ao Penafiel, à 24.ª.

Notícia completa na edição impressa de hoje

One Comment

  1. Bruno Costa says:

    Boa tarde, o jogador Ki também tem contrato válido para a próxima época.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.