UC manifesta o seu pesar pelo falecimento de Fernando Lopes da Silva

A Universidade de Coimbra (UC) manifestou hoje o seu profundo pesar pelo desaparecimento de Fernando Lopes da Silva: “A UC perde, com o desaparecimento do Doutor Lopes da Silva, uma voz autorizada no Conselho Geral, com destaque para a política de investigação”, lamenta o Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão. “O Programa de Ação que apresentei, enquanto candidato a Reitor, teve um contributo muito valioso do Doutor Lopes da Silva, nomeadamente no que diz respeito à criação de Escolas Doutorais, cuja implementação durante o meu mandato, será a maior homenagem que podemos fazer ao cientista, ao colega e ao amigo”, afirma Amílcar Falcão.

O Presidente do Conselho Geral da UC, João Caraça, manifesta, “o mais profundo pesar e a mais profunda gratidão por parte do Conselho Geral da Universidade de Coimbra, pela visão no caminho de futuro que a UC deveria prosseguir, a uma pessoa que foi reconhecidamente excecional do ponto de vista científico e humano”. Fernando Lopes da Silva “teve uma vida distintíssima”, recorda João Caraça.

Em pleno exercício das suas funções no Conselho Geral, Fernando Lopes da Silva era coordenador da Comissão ad hoc para o Desenvolvimento da Rede de Escolas de Doutoramento. Distinguido com a primeira edição do Prémio Universidade de Coimbra, Fernando Lopes da Silva foi Doutor Honoris Causa pelas Universidades de Lisboa, em 1997, e Porto, em 2002. No ano 2000 foi galardoado pelo Presidente da República de Portugal como Alto Oficial da Ordem de Santiago da Espada, por notáveis realizações no campo da Ciência/Arte/Literatura.

O neurocientista português viu o seu trabalho reconhecido também fora de portas nacionais. Eleito membro da Academia Real Holandesa de Artes e Ciências em 1985, recebeu o prémio Herbert H. Jasper em 1999 e a distinção de Cavaleiro da Ordem do “Nederlandse Leeuw” pela Rainha da Holanda em 2001, em reconhecimento pelas suas realizações na ciência.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.