Rali de Portugal sai hoje para a estrada a partir de Coimbra

Posted by

O Hino de Portugal, cantado por uma soprano em pleno palanque de saída dos carros do rali, e as salvas de palmas recolhidas por pilotos como Sébastian Loeb (nove vezes campeão do mundo) e por Armindo Araújo, (atual pentacampeão nacional e que chegou a ser campeão europeu de Grupo N), foram os momentos altos da cerimónia de abertura do Rali de Portugal, ontem, ao fim da tarde.
Nas duas bancadas montadas na Praça D. Dinis, mas também ao longo das grades que desenhavam o trajeto dos carros até ao ponto de partida, milhares de pessoas estiveram presentes, revelando ser um público interessado e, mais do que isso, conhecedor dos pilotos e das marcas. Dezenas de espetadores eram espanhóis.
Entretanto, com o presidente do ACP, Carlos Barbosa, a dar o tom da saída dos carros em competição, a bandeira nacional foi rodando pelas mãos dos quatro presidentes das câmaras municipais por onde passa hoje a prova (Coimbra, Lousã, Góis e Arganil), como de dois dos vice-reitores da Universidade de Coimbra e responsáveis do Turismo Centro de Portugal (TCP) e da ADXTUR.
O presidente do TCP deu mesmo a bandeira para as mãos de Loeb, quando chegou a sua vez. Pedro Machado já havia referido antes que “é preciso captar grandes eventos para esta região e criar motivos para trazer mais pessoas, porque em termos de ceitas, nos últimos anos, as receitas cresceram 45%”.

Embora ontem à tarde já tenha sido possível sentir um pouco da adrenalina do roncar dos motores em Coimbra, é hoje – com o arranque dos carros de corrida da Alta Universitária – que a emoção sai para a estrada.

Toda a informação na edição impressa de hoje, 31 de maio, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.