Opinião – Vamos a votos

Posted by

Contam-se pelos dedos de uma mão as ocasiões em que um moderado conservador vence eleições.

Afinal, vencer eleições sem ter de mentir ou fazer promessas eleitoralistas, evidenciando pouco mais do que as suas inerentes dúvidas, o que ele faz com relativo à vontade e sem empolgar a plateia com apelos sucessivos ao sentimento, deve ser coisa raríssima, ao nível de medicamentos órfãos.

Só acontecerá mesmo naqueles momentos em que a realidade é de tal forma dura que os alicerces dos devotos das certezas ruíram sem apelo nem agravo.

Sabemos bem que essa vitória é sol de pouca dura, pois das cinzas renasce sempre alguém pronto a mudar o mundo em busca de um qualquer ideal de perfeição, um virtuoso desinibido que oprime a prudência e marcha ao ritmo dos nossos corações permanentemente insatisfeitos em busca da próxima palpitação. Ironia das ironias, o conservador moderado sabe disto, consegue até divertir-se com a sua situação singular e sente-se confortável ao afastar-se para contemplar mais uma passagem.

Tudo se perdoa, porque tudo não passa mesmo disso: uma passagem. Normalmente trágica até ao próximo choque com a realidade.

Apesar de não se acreditar muito nisso, talvez chegue o dia, de preferência muitos seguidos que abranjam mais do que uma eleição, em que andar em campanha a exibir virtudes deixe de ser visto como nobreza de carácter.

Nesse dia improvável de amadurecimento, quem nos governa apresentará resultados das suas acções em vez de as anunciar vezes sem conta. E com certeza que seria alguém mais seguro, logo menos totalitário e mais respeitador do seu semelhante, qualquer que ele seja.

Contam-se pelos dedos de uma mão as ocasiões em que um moderado conservador vence eleições. De certeza que o próprio gostaria que fossem menos vezes.

 

Paulo Almeida escreve à quinta-feira, semanalmente

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.