Mealhada apoia festival infantil Catrapim com 15 mil euros

Posted by

A Câmara da Mealhada aprovou hoje o pagamento de 15 mil euros à Fundação Mata do Bussaco para financiar a realização do Catrapim – Festival de Artes para Crianças, nos dias 29 e 30 de junho.

A autarquia presidida por Rui Marqueiro surge como coorganizadora da terceira edição do festival, marcado para palcos espalhados pela Mata Nacional do Bussaco, que recebe este ano o apoio da empresa The Navigator Company.

A autarquia relembra que o acesso aos dois dias de espetáculos, sábado e domingo, é gratuito, o que reforça ainda mais a necessidade do apoio financeiro.

“Apenas os veículos com motor estão sujeitos à habitual taxa de entrada na floresta”, avisa a Câmara Municipal da Mealhada, que sugere ao público que estacione os veículos fora da Mata, junto às Portas de Sula, no local habitual das comemorações da Batalha do Bussaco (zona Poente), e faça o percurso a pé ou utilize os miniautocarros disponibilizados gratuitamente pela Fundação Mata do Bussaco, entre as 13:30 e as 19:30.

A intenção dos organizadores é a de que o Catrapim “associe cultura e natureza”, levando os participantes a “praticar boas ações” ambientais que lhes garantam o acesso gratuito aos espetáculos de teatro, música, marionetas, poesia, ‘showcooking’ (com produtos da Mata), arte circense e outras artes performativas que irão decorrer em palcos espalhados pela mata.

Sónia e as Profissões e Avô Cantigas são os cabeças-de-cartaz do evento que este ano será dedicado à sustentabilidade ambiental e preservação da natureza. Com o tema “Floresta feliz”, o festival de artes terá oito palcos dispersos pela floresta, diversas animações de rua e uma série de jogos a decorrerem entre as 14:30 e as 19:00.

Para além dos espetáculos do Avô Cantigas, dia 29 de junho (sábado), às 18:00, e, no dia seguinte, à mesma hora, de Sónia e as Profissões, o cartaz do Catrapim contará também, em ambos os dias, durante toda a tarde, com a presença dos “Irmãos Esferovite”, uma aventura musical e circense de uma banda de quatro palhaços.

A Câmara da Mealhada aprovou ainda a atribuição de subsídios a várias coletividades, nomeadamente para o Rancho Folclórico de São João de Casal Comba (3.250 euros), e para a Associação de Andebol de Aveiro (2.500 euros), para apoio da Fase Final das Seleções Regionais Masculinas, que decorreu na Pampilhosa.

Ao Grupo Cénico de Santa Cristina foi atribuído um subsídio de 2.930 euros, para comparticipação de melhorias na sede, e foram ainda aprovadas verbas de 2 mil euros para a Escola Secundária da Mealhada e para a Escola Profissional Vasconcellos Lebre, destinadas a apoiar a participação dos alunos nas Escolíadas.

O GEDEPA foi contemplado com um subsídio de 1.100 euros, para apoiar os eventos “Enterro do Bacalhau” e “II Encontro de Gaiteiros da Pampilhosa”. À associação “Aguarela de Memórias” foi atribuído um subsídio de 500 euros para apoio da peça Helena de Eurípides.

No total, a atribuição de subsídios a várias coletividades atingiu os 26.350 euros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.