Institutos Pedro Nunes e Hidrográfico devem reforçar parceria, desafia o ministro da Defesa

Posted by

João Gomes Cravinho defendeu ontem em Coimbra uma parceria mais forte entre o Instituto Hidrográfico (IH) e o Instituto Pedro Nunes (IPN) de Coimbra. Na sua intervenção, feita em plena Avenida Emídio Navarro, onde decorreram as cerimónias oficiais do Dia da Marinha, o governante elogiou o trabalho que o IH tem vindo a efetuar, principalmente no “projeto de Mapeamento do Mar Português”.
Neste momento, já estão mapeados “cerca de 39 por cento do nosso mar territorial e 48 por cento da nossa Zona Económica Exclusiva”. Um trabalho exclusivo desta instituição mas que, no entender do ministro, deve contar com o apoio das universidades e centros de investigação para “a produção de conhecimento inovador, que potencie as nossas capacidades e que, também no âmbito da Defesa, cumpram o desígnio nacional de promover o bom nome do nosso país”.
Mais tarde, aos jornalistas, João Gomes Cravinho explicou que sendo o IPN um centro de referência na área da investigação, tem todas as condições para ser, sobretudo, “um parceiro importante para o Instituto Hidrográfico”.

Nos próximos 12 anos, o Estado vai fazer “um reforço muito significativo” ao nível dos meios humanos e equipamentos, designadamente na renovação da frota. Segundo o ministro, a aprovação recente da Lei de Programação Militar vai permitir este forte investimento. “Iremos adquirir mais seis navios patrulha oceânicos, um navio patrulha reabastecedor e um navio polivalente logístico”, disse João Gomes Cravinho.

Toda a informação na edição impressa de hoje, 20 de maio, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.