Feira dos Grelos em Mira mistura alta cozinha com pratos tradicionais da Gândara

Posted by

FOTO DR

A Feira dos Grelos de Carapelhos, evento tradicional do concelho de Mira que arranca sexta-feira, terá este ano um “toque de alta cozinha” através do ‘chef’ Paulo Paiva, que assina recriações de pratos tradicionais da Gândara.

“É a grande novidade deste ano. Vamos ter pratos novos para degustar no recinto da Feira, que também foi melhorado, oferecendo agora 800 lugares sentados”, refere o presidente da Junta de Freguesia de Carapelhos, Gabriel Pinho, membro da Confraria Nabos e Companhia, que organiza o evento com o apoio da Câmara Municipal de Mira, litoral do distrito de Coimbra.

Natural do concelho de Mira, Paulo Paiva é um ‘chef’ premiado, com ligações a diversos restaurantes de gama alta. Pertence ao corpo de cozinheiros da Federação Portuguesa de Futebol e é formador na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra.

Para a edição deste ano da feira dos Grelos, que dura até domingo, Paulo Paiva recriou diversos pratos tradicionais da Gândara, uma sub-região que se estende desde a ria de Aveiro até aos campos do Baixo Mondego, atravessando Mira e Cantanhede e confinando com a Bairrada.

Rabo de boi, caras de bacalhau, bochechas de porco ou coelho de duas maneiras são alguns dos pratos recriados por Paulo Paiva, explica o presidente da Junta de Freguesia. A Feira manterá na ementa os pratos tradicionais do certame, fruto da cozinha local, mas com designações que pretendem ser mais apelativas: Pregado da praia com grelos da Gândara; Punheta com grelo à vista; Vaca caída com grelo no ar; Galo ao grelo; Chanfana e rojões com grelos.

“O nosso principal objetivo é manter viva a cozinha e as memórias da Gândara”, explica Gabriel Pinho, membro fundador da Confraria, que tem como grão-mestre Nuno Janicas.

O evento, que decorre nas instalações da antiga escola primária de Carapelhos, sede da Confraria fundada há 18 anos, permite aos mais novos aprenderem a cozer pão nos fornos comunitários, enquanto os mais velhos provam o famoso Ginabo, o único gin do mundo com sabor a nabo.

“Apoiamos com gosto esta grande iniciativa de divulgação da nossa gastronomia local. A Confraria Nabos e Companhia desempenha um papel muito importante no turismo e na divulgação do território”, disse à Lusa o presidente da Câmara de Mira, Raul Almeida.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.