Exposição de cerâmica chinesa amanhã inaugurada em Coimbra

Posted by

Uma exposição de porcelana chinesa vai ser inaugurada em Coimbra, amanhã, sábado, para ajudar a compreender o papel mediador da cidade no contacto de Portugal com a China desde o século XVI.

Coimbra foi o centro “do encontro cultural e científico da expansão portuguesa” ao longo dos séculos, salienta o professor da Universidade de Coimbra Joaquim Ramos de Carvalho.

O investigador falava ao início desta sexta-feira, a propósito de um programa que a Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC) promove no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, incluindo uma exposição intitulada “Memórias da China Imperial em Santa Clara-a-Velha”, que abre às 15H00.

A mostra apresenta parte da coleção de porcelanas do monumento, cuja construção foi iniciada em fins do século XIII, para acolher religiosas mendicantes da Ordem das Clarissas.

Segundo a diretora regional da DRCC, Susana Menezes, a iniciativa visa responder a uma pergunta: “Por que é que uma comunidade que professava votos de pobreza e simplicidade tinha uma coleção dessas?”.

A partir deste questionamento, “vai-se tentar descobrir as histórias que estão por detrás desses artefactos”, adiantou.

O evento foi concebido no âmbito das comemorações do Ano de Portugal na China, que decorre em simultâneo com o Ano da China em Portugal, para assinalar os 40 anos do restabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países e os 20 anos da transferência da administração de Macau para a República Popular da China.

A Direção Regional pretende “tornar visível a presença da China” em Portugal e em Coimbra, acrescentou Susana Menezes.

Também amanhã, ao longo do dia, uma oficina de pintura para crianças dá a conhecer os animais fantásticos representados nas louças chinesas. À noite, realizam-se visitas guiadas à exposição, no final de um programa que celebra também o Dia Internacional dos Museus.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.