Envelhecimento ativo dinamizado por escolas superiores de Portugal e Espanha

Cerca de vinte investigadores de instituições nacionais (onde se integra a Universidade de Coimbra) e espanholas estão envolvidos num projeto para promover do envelhecimento ativo dos habitantes de ambos os lados da fronteira e de forma inovadora.

O projeto EuroAGE – “Iniciativas inovadoras para a promoção do envelhecimento ativo na Região EUROACE” arrancou em abril de 2017, com a assinatura do acordo entre as entidades envolvidas, e desenvolve-se até 2020.

Trata-se de uma iniciativa que pretende promover a “atividade física, cognitiva e emocional com o intuito de melhorar a qualidade de vida e aumentar a esperança de vida saudável, tendo por base o conhecimento científico e técnico de ambos os países”.

O EuroAGE abrange a Eurorregião EUROACE (agrupamento integrado pelas regiões do Alentejo e Centro de Portugal, bem como da Comunidade Autónoma da Extremadura) e é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) em 75% através do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Tem um custo total de 1,2 milhões de euros e um financiamento do FEDER de 919 mil euros.

O projeto envolve a Universidade de Coimbra, os Institutos Politécnicos da Guarda e de Castelo Branco, o Centro de Cirurgía de Mínima Invasión Jesús Usón (Cáceres), o Cluster Sociosanitario de Extremadura-Cáceres e a Universidade de Extremadura (Espanha).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.