Turismo do Centro destaca oito hotéis e três restaurantes da região no “Boa Cama Boa Mesa”

Posted by

A Turismo Centro considerou hoje como “prova de qualidade da região” a atribuição, pelo guia “Boa Cama Boa Mesa”, de prémios de excelência a oito hotéis e três restaurantes situados no centro do país.

“Os prémios confirmam a qualidade crescente da oferta do Centro de Portugal nas áreas da hotelaria e restauração”, refere a Entidade presidida por Pedro Machado, sublinhando que o número de galardões atribuídos a hotéis da região cresceu de seis para oito em relação ao ano passado.

Os prémios “Boa Cama Boa Mesa”, atribuídos esta semana, são “dos mais prestigiados no setor da restauração e hotelaria em Portugal”, reconhecendo, desde 2013, unidades que se destacam no nosso país, refere a Turismo Centro.

Para a equipa do guia do jornal Expresso, oito dos 30 melhores alojamentos do país estão localizados na região Centro de Portugal, destacando-se a Casas do Côro (Marialva, Mêda), que recebeu a Chave de Platina, troféu máximo que apenas distinguiu quatro unidades em todo o país.

Também na região Centro, o H2otel Congress & Medical Spa (Unhais da Serra, Covilhã) e o Rio do Prado (Arelho, Óbidos) foram premiados com a Chave de Ouro.

A Chave de Prata distinguiu o Areias do Seixo Charm Hotel (Mexilhoeira, Torres Vedras), o Luz Charming Houses (Fátima, Ourém), o Sapientia Boutique Hotel (Coimbra), que já tinham recebido estes prémios em 2018.

As novidades nesta lista são a Casa de São Lourenço – Burel Panorama Hotel (Manteigas) e Cooking & Nature – Emotional Hotel (Alvados, Porto de Mós).

A nível da restauração, foram premiados três projetos do Centro de Portugal.

Com Garfo de Ouro, o “Boa Cama Boa Mesa” premiou o Mesa de Lemos (Silgueiros, Viseu) e o Rei dos Leitões (Mealhada). O Vallécula, em Valhelhas, Guarda, foi distinguido com um Garfo de Prata.

“O Turismo Centro de Portugal enaltece o dinamismo dos empresários da região, que ano após ano procuram diversificar e melhorar a qualidade das experiências que proporcionam a quem nos visita”, refere Pedro Machado.

O líder da Turismo Centro destaca sobretudo o esforço diário dos empresários de restauração e hotelaria.

“Os resultados, de que estes prémios são apenas um exemplo, estão à vista. Mas esse esforço é visível todos os dias nas unidades de alojamento e nos restaurantes do Centro de Portugal, que estão ao nível das melhores práticas internacionais”, conclui Machado.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.