Taça da Europa de Escalada de Bloco para jovens no fim de semana em Soure

Posted by

FOTO DR

A vila de Soure, no distrito de Coimbra, recebe no fim de semana, pelo quarto ano consecutivo, uma prova da Taça da Europa de Escalada de Bloco para escalões jovens (dos 14 aos 19 anos).

Organizado pela Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada (FPME), em parceria com o Núcleo de Escalada de Soure, o evento reunirá “mais de 250 jovens atletas de 20 países”, disse hoje à agência Lusa Bruno Gaspar, técnico da Federação.

A competição, integrada no calendário da IFSC (International Federation of Sport Climbing), é a primeira das três provas que contam para a edição deste ano da Taça da Europa, que também se disputa na Áustria e na Bulgária, onde termina no dia 25 de maio.

Contando com a participação de “alguns dos atletas que vão estar presentes em Tóquio 2020, edição de estreia da escalada em Jogos Olímpicos”, a prova, com entrada livre, decorre no Pavilhão Encosta do Sol, em Soure, entre as 07:30 e as 19:40 de sábado, e a partir das 08:00 de domingo, estando agendada para as 16:00 deste dia a cerimónia de encerramento.

Soure é o único local do país onde se têm realizado provas do Campeonato da Europa de Escalada de Bloco para Jovens, o que representa “um reconhecimento das organizações internacionais da excelência das instalações e da organização das anteriores edições”, e concentra no concelho “centenas de desportistas, técnicos, árbitros e fãs deste desporto”, sustentam os promotores do evento.

Significativo é igualmente o facto de o número de participantes ter vindo a registar um “progressivo crescimento”, sublinha Bruno Gaspar, referindo que em 2016 a competição registou a participação de 130 atletas, no ano seguinte 140 e, em 2018, 160, número que aumenta para mais de 250 presenças este ano.

O acentuado acréscimo verificado em 2019 deve-se não só à expansão que a modalidade vinha a verificar nos últimos anos, mas também, com certeza, ao facto de a escalada de bloco ter sido reconhecida como modalidade olímpica, explica Bruno Gaspar.

Embora a FPME seja reconhecida pela federação internacional de escaladas (IFSC), ela não está acreditada em Portugal.

A tutela (Secretaria de Estado da Juventude e Desporto) não reconheceu ainda a FPME por causa do diferendo que existe entre esta entidade com a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP), que reivindica para si o montanhismo e escalada, adianta Bruno Gaspar.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.