Opinião – Poda-se!

Posted by

“Veio uma enorme comitiva da região de Coimbra. Não só veio toda a vereação da Câmara da Figueira da Foz, mas todos os municípios representados na Comunidade Intermunicipal de Coimbra. E ainda representantes da Assembleia Municipal da Figueira da Foz. Vieram todos num autocarro, são bastantes”. As palavras não são minhas. São da jornalista da RTP que acompanhava em directo a tomada de posse de João Ataíde como Secretário de Estado do Ambiente.
As minhas palavras são estas. Não vou colocar sequer a hipótese de ter sido o contribuinte a financiar uma excursão para presenciar e bajular uma assinatura, centenas de palmadinhas políticas e um milhar de abraços e beijinhos. Seria demasiado mau para tão grande parolice e péssimo exemplo para quem se esfola a trabalhar numa quinta- feira à tarde.
Apenas consigo compreender que tamanha comitiva se tenha deslocado para Lisboa, obrigando inclusivamente ao cancelamento de vários eventos locais por “motivos imprevistos”, por não ser fácil acreditar que um homem que tão mal tratou o ambiente na sua cidade, seja nomeado para tratar da saúde ao ambiente do seu país.
Tratou-se, quero acreditar, de uma questão de ver para crer. Houvesse lugar para mais um ser humano no autocarro e eu próprio não teria enjeitado a possibilidade de testemunhar tão inusitado momento. Como diriam as árvores sobreviventes desta cidade: “poda-se, merecemos melhor que isto!!”.

2 Comments

  1. Susana Nikolaïdes says:

    Tal como o povo tem tido à disposição da sua escolha, políticos acessíveis, e os políticos, eles próprios, outros da mesma espécie para nos governar, assim se escolhem exemplos e analogias acessíveis, inteligíveis, para clarificar coisas complexas como as que envolvem flores, setas, bolas, et al., i. e., o Günther.

  2. Zé da Gândara says:

    É o nacional-parolismo no seu melhor… Mas o autor desta peça jornalística tem de ter cuidado com o que diz e com a sua língua víperina porque o Sôdôtôr tem por hábito processar aqueles que se lhe atravessam no caminho… Acima de tudo, a honra do Sôdôtôr…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.