Oliveira do Hospital aprova contas de 2018 por unanimidade

Posted by

FOTO DR

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou por unanimidade as contas e o relatório de gestão da autarquia de 2018, foi hoje anunciado.

No exercício de 2018, a câmara presidida por José Carlos Alexandrino, eleito pelo PS, “registou o maior volume de receitas de sempre”, com valor final de 18.851.980 euros.

“Este facto vem demonstrar a existência de um ciclo virtuoso em termos de capacidade de obtenção de financiamentos, através dos fundos comunitários, para a realização de um conjunto de investimentos estruturantes para o desenvolvimento municipal”, salienta uma nota da autarquia, no interior do distrito de Coimbra, a propósito da última reunião da Assembleia Municipal, realizada no dia 26.

De acordo com o relatório de gestão de 2018, “os resultados alcançados em termos de execução orçamental (…) demonstram um reforço da capacidade financeira do município de Oliveira do Hospital, com as receitas totais a registarem um aumento geral de 1.365.706 euros, o que se traduz no melhor resultado de sempre e é revelador da tranquilizadora situação financeira da autarquia”.

A Câmara Municipal sublinha que “encerrou o ano com um saldo de gerência de 2.490.122 euros”.

“Os principais investimentos realizados em 2018 centraram-se ao nível das seguintes áreas estratégicas: saneamento e salubridade, com 1.899.220 euros, cultura, desporto, juventude e tempos livres, com uma verba de 1.876.109 euros, e em terceiro lugar a educação e formação profissional, com um investimento de 959.975 euros”, refere.

O município realça ainda que, “à semelhança do que já tinha ocorrido no último trimestre de 2017, também todo o ano económico de 2018 foi fortemente impactado pelos efeitos do trágico incêndio” de 15 de outubro daquele ano.

Tem sido necessário “encontrar de forma permanente as respostas a dar às pessoas, às famílias e às empresas, minimizando os dados e os enormes impactos que os incêndios causaram”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.