Logística em Macurungo foi toda preparada na Cruz Vermelha de Coimbra

Posted by

Macurungo é o bairro mais pobre e populoso da zona urbana da Beira, em Moçambique. Foi neste local que uma comitiva da Cruz Vermelha Portuguesa esteve durante o último mês para prestar cuidados de saúde aos moradores desta zona.

Dos 20 elementos que viajaram até este país africano, metade trabalha na delegação conimbricense. São eles os médicos Gonçalo Órfão, Carlos Seco, Gustavo Norte e Luís Ferreira, as psicólogas Inês Ribeiro e Joana Pinheiro e os enfermeiros Patrícia Cardetas, Pedro Alves, Ruben Fidalgo e Severino Oliveira.

Para que tudo corresse sem problemas, foi fundamental o trabalho realizado, também, na cidade de Coimbra pelo enfermeiro coordenador de logística Marco Fonseca. Em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, o responsável disse que a principal dificuldade registada em todo este processo foi conseguir com que as empresas cumprissem os prazos de entrega dos produtos solicitados.

Para que não houvesse problemas de maior, foi necessário “apelar ao seu bom-senso”. “Nenhum deles ultrapassou o prazo”, afirmou, com satisfação.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.