Espetáculo “InSomnio” amanhã na Figueira da Foz

No âmbito do programa Coimbra Região de Cultura, o espetáculo multidisciplinar “InSomnio”, uma iniciativa do Teatro do Mar, vai ser apresentada amanhã, 30 de abril, pelas 21h30, no anfiteatro exterior do Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz. Com uma cama gigante como estrutura cénica, esta é uma performance sobre o sono e o que o invade: as insónias. A entrada é gratuita, mas sujeita a levantamento de bilhete.

“InSomnio” é o resultado do cruzamento de vários campos de estudos, como as neurociências e a filosofia, que une teatro físico à acrobacia aérea, ao vídeo e à música original numa cama gigante que está dotada de mecanismos e diferentes planos de ação.

É um espetáculo que propõe ao público uma reflexão sobre “a imensa beleza da fragilidade humana e a efemeridade da existência”. É uma experiência artística que faz “emergir uma espécie de saudade de um lugar essencial de onde vimos e onde queremos regressar”.

O conceito e direção artística do projeto “InSomnio” são de Julieta Aurora Santos e a respetiva interpretação cabe a Carlos Campos, Luís João Mosteias, Sandra Santos e Sérgio Santos.

Depois da Figueira da Foz, “InSomnio” segue para os municípios de Pampilhosa da Serra, Soure, Arganil e Vila Nova de Poiares.

Coimbra Região de Cultura’ é uma rede de programação patrimonial e cultural que vai implementar mais de 150 iniciativas nos 19 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

Teatro, música e dança são algumas das artes que se cruzam nesta rede de iniciativas pluridisciplinares que integra espaços patrimoniais, museológicos, centros históricos e recintos culturais, promovendo a valorização turística dos bens patrimoniais da Região.

Coimbra Região de Cultura é cofinanciado pelo CENTRO 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.