“É inevitável a avaliação da política interna nestas eleições”

Posted by

DR-PAULETE MATOS

Em que medida o desenrolar da política interna vai ter efeitos na votação de 26 de maio?
Creio que com a nacionalização da política, é inevitável que a política interna esteja também em avaliação nas eleições europeias. Há ainda um desconhecimento profundo dos impactos das políticas europeias na vida quotidiana e, como tal, as pessoas sentem um enorme afastamento em relação às decisões que são tomadas em Bruxelas.

Os cidadãos têm a perceção dessas políticas?
A perceção sobre os impactos dessas políticas na saúde, na educação, na habitação e em tantos outros domínios é muito reduzida. As pessoas acabam por avaliar sempre o que lhes está mais próximo. Eu gostaria muito que as eleições europeias fossem um momento de avaliação real do trabalho feito e das propostas apresentadas, mas temo que isso não venha a acontecer.

Entrevista completa para ler no Diário As Beiras desta quinta-feira, 11 de abril

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.