A história da crise de 69 contada pela fotografia

Mais de uma centena de retratos de oito fotógrafos amadores da Secção de Fotografia da AAC de 1969. A descrição peca por escassa, já que, no livro “A crise académica de Coimbra 1969: Reportagem fotográfica”, apresentado ontem, estão gravados alguns dos momentos mais emblemáticos do episódio que marcou para sempre a história da academia e do país.
Esta quarta-feira, na sala 17 de Abril do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra, a mesma onde se ouviu o famoso “Peço a palavra!” de Alberto Martins, realizou-se o lançamento desta coletânea fotográfica, publicação que pretende “eternizar aquela época de contestação contra o Antigo Regime”. O projeto começou a ser idealizado “há quase uma década” mas só agora, com a ajuda da Biblioteca Geral da UC, da Editora Caminho e do Município de Coimbra, José Veloso, membro da Secção de Fotografia em 69, conseguiu materializar esta ambição.
“Este livro não é meu mas de todos os fotógrafos da Secção de Fotografia da AAC. Aliás, é de toda a cidade. É a primeira vez que saem à rua, assim, desta forma catalogada e organizada. É uma fotorreportagem, no fundo, em que se conta uma história através da fotografia”, frisou José Veloso, na apresentação, onde fez questão de deixar o seu “profundo agradecimento” à Biblioteca Geral, “fiel depositário que, ao longo destes anos, teve a preocupação de preservar todos os documentos fotográficos”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.