Opinião: O silêncio dos jovens figueirenses

Posted by

No passado dia 13 de março milhares de jovens, no mundo inteiro, saíram à rua em protesto, fazendo greve às aulas, contra as atitudes irresponsáveis e de submissão aos interesses económico-políticos dos múltiplos governos, exigindo o fim da inação destes quanto à sustentabilidade e preservação do planeta.

NÃO HÁ PLANETA B foi o slogan dos jovens, que se mostraram nas ruas das diversas cidades do mundo, exigindo ao mundo político e à sociedade civil, que assumam a obrigação que têm protelado ao longo dos anos, a da responsabilidade de preservar e conservar o planeta para as sociedades vindouras, sendo esta a máxima prioridade que deve nortear os governos das nações.

Quanto ao nosso nicho estudantil figueirense, foi estranho e preocupante a ausência de uma reação, de uma atitude proativa que refletisse a preocupação por parte dos nossos jovens estudantes para com o que se está a passar com as alterações climáticas. O silêncio dos jovens figueirenses refletiu uma atitude de passividade e cumplicidade para com as políticas desastrosas de crime contra a sustentabilidade do planeta.

Devemos questionar: Onde estiveram as tão irreverentes associações de estudantes? As tão críticas juventudes partidárias? As motivantes associações municipais de jovens? As responsáveis associações ambientalistas?

Da Figueira da Foz para o mundo, a resposta dos nossos jovens estudantes foi um SILÊNCIO ensurdecedor…absoluto…profundo…inquietante…que deve levar todos a refletir.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.