Município de Coimbra avança com 150 mil euros para ajudar Moçambique

DR

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, pediu ontem ao executivo camarário “luz verde” para “dar continuidade às diligências” de apoio imediato ao povo de Moçambique, em particular da Beira, cidade irmã de Coimbra, tragicamente afetada pelo ciclone Idai. O pedido foi aprovado e, como tal, caberá ao presidente da autarquia agilizar o apoio a Moçambique com um financiamento até 150 mil euros.

“É um valor em aberto porque não se sabe, ao certo, o que se está a passar. Aguardamos informações do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas para avançarmos”, disse aos jornalistas o autarca já no final da reunião.

De acordo com Manuel Machado, o intuito é, numa primeira etapa, colocar ajuda no terreno, sobretudo equipas de trabalho na área da saúde, em articulação com o Estado Português e com a Embaixada de Moçambique. Para a formação destas equipas, o presidente da autarquia já contactou o cardiologista Manuel Antunes, que “disse estar pronto para ajudar nesta missão”.

“Desgraçadamente, o número de mortos e desaparecidos tem vindo a crescer. Em Coimbra moram muitos moçambicanos e está a ser gerada uma rede solidária de enorme importância”, disse o autarca.

Manuel Machado destacou também vários setores da sociedade conimbricense que se disponibilizaram e apresentaram donativos e bens, numa resposta pronta.

Notícia completa na edição impressa do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.