Mercedes Classe E 300 acrescenta tecnologia plug-in à motorização diesel

Posted by

DB-Pedro Ramos

Viajar no Mercedes Classe E híbrido Plug-in no meio do tráfego da cidade de Coimbra é semelhante a viver no 7.º andar de um prédio do centro urbano com janelas de vidro duplo.

O silêncio interior é o mesmo, numa viatura que beneficia de um nível de referência de insonorização e de um motor que, em mobilidade elétrica, é de quase zero decibéis no interior. Um luxo que é possível usufruir durante praticamente todo o dia, nas deslocações casa/trabalho, porque a autonomia ronda os 50 km reais.

Test drive exclusivo
Num dos primeiros ensaios dinâmicos realizados em Portugal com este modelo – numa parceria do DIÁRIO AS BEIRAS com o concessionário Sodicentro – foi analisado o comportamento de um sistema de motorização inédito, mas já muito testado pela marca germânica antes de chegar ao mercado (EQ Power): a proposta híbrida plug-in do Mercedes-Benz Classe E, que conjuga um motor diesel com um elétrico. A potência máxima combinada é de 306 cv (122 cv elétrico e 194 cv diesel), que se reflete num binário máximo de 700 Nm. Para arrancar dos 0 aos 100 km/h bastam 5,9 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 250 km/h.

Em modo exclusivamente elétrico a autonomia é de cerca de 50 km, desde que a velocidade máxima não ultrapasse os 130 km/h. A caixa de velocidade automática tem a marca de fiabilidade 9G-Tronic. O preço da versão Station, já no mercado, é de 72.900 euros, mais três mil euros do que a Limousine, que chegará em breve.

Os nossos modelos EQ Power com sistema de propulsão híbrido plug-in caracterizam-se por circular no trânsito urbano em modo exclusivamente elétrico, após o que são carregados em casa (com duração de cinco horas), em estações de carregamento públicas (Wall box de pouco mais de duas horas) ou, por regeneração própria, nos trajetos mais longos.

Avaliação completa na edição impressa do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.