João Alves recusa “atirar foguetes” e promete foco

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Jogo-a-jogo. “Não há nada para alterar no nosso discurso”. João Alves não entra em euforias pela redução para cinco pontos de distância para o Famalicão e garante que o grupo está focado em vencer o próximo confronto.
“Não conseguimos prever o futuro. A única coisa que podemos controlar, para já, é a nossa vontade de vencer. E essa continua a ser a mesma e com o Sp. Braga B vai ser completamente igual”, diz o técnico.
João Alves diz perceber que haja alguma euforia entre os adeptos, mas mete água na fervura: “Quando era puto nunca gostei de atirar foguetes nem bombas de carnaval, porque tinha medo que me rebentassem nas mãos”. “O foco é ganhar o jogo e temos de o tentar fazer com todas as nossas armas”, reafirma.
Chegou com a Académica na 14.ª posição, após uma goleada sofrida em casa por 7-2 frente ao Estoril, à 6.ª jornada.
Parte para a 26.ª no 4.º lugar. Milagre? “Sou bastante crente, mas milagres só Jesus Cristo e Nossa Senhora de Fátima”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

One Comment

  1. Pingback: João Alves refuses to "fire rockets" and promises focus | Portugal´s News

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.