Volume de negócios da Frijobel atinge os 45 milhões

DR

A Frijobel voltou a crescer 13% no seu volume de negócios, durante o ano de 2018, colocando-se praticamente na fasquia dos 45 milhões de euros.

A indústria, que tem a sua sede em Penela, com centros de distribuição no Porto, Lisboa e Palmela, conta hoje com cerca de 200 pessoas nos seus quadros, das quais 20% têm formação superior, afirmando-se assim no contexto regional e nacional.
Em 2018, a Frijobel laborou e embalou 5000 toneladas de pescado e marisco, com destino a mais de 4500 clientes ativos em Portugal e mais 21 países dos vários continentes.

A União Europeia continua a ser, para os cerca de sete milhões de euros exportados, o destino com maior penetração. Contudo, Suíça, Estados Unidos e Angola também tiveram crescimentos interessantes.

Segundo a administração da Frijobel, “2019 continuará a senda de crescimento das exportações de mais de 20%, tal como já aconteceu em 2018, num panorama geral de crescimento da empresa, que tem como previsão para o presente ano, ultrapassar pela primeira vez a barreira dos 50 milhões de euros de volume de negócios”. A unidade de Penela prepara diariamente 800 encomendas.

A Frijobel é uma sociedade anónima cujo capital social pertence à família Vasconcelos, que se dedica à atividade industrial de processamento de pescado e à comercialização de produtos alimentares congelados, desde o peixe, marisco, pré-cozinhados, legumes e sobremesas.

A reunião anual da Frijobel realizou-se no sábado passado e juntou os seus quadros, que trabalham em todo o país.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.