UC foi a que mais lugares abriu para novos docentes

DB-Carlos Jorge Monteiro

A Universidade de Coimbra (UC) foi a unidade de ensino superior que mais lugares criou para novos docentes desde janeiro de 2017. São 108 novas carreiras, número ontem revelado por João Gabriel Silva, aquando da sua intervenção no Dia da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física (FCDEF).

Segundo o reitor da UC, que está em final de mandato, o “número de concursos abertos não tem precedente na história da UC”, destacando depois a “política seguida pela universidade”, que tem de fazer “coisas relevantes para o mundo”. Se assim for, continuou, “seremos relevantes para a região, para o país e para nós próprios”.

O Dia da FCDEF começou com a inauguração do novo Auditório Rui de Alarcão, cerimónia presidida pelo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, momento “de enorme satisfação” para João Gabriel Silva, também satisfeito por festejar o aniversário da faculdade “com dinamismo”.

O responsável falou ainda das intervenções realizadas no Estádio Universitário de Coimbra (EUC), fruto de uma “estratégia muito clara que dá frutos”. “Contarmos connosco próprios tem sido elemento essencial nesta estratégia”, adiantou o reitor, recordando o percurso “longo e difícil” na génese da UC.

Para João Gabriel Silva, a universidade “tem de ter algo que a distinga. Temos de ser a melhor em várias áreas e tem de ser esta a ambição”, sublinhou.

O dirigente voltou a defender a procura de recursos próprios da UC, agradecendo a Vítor Murtinho (vice-reitor) pelo acompanhamento à recuperação do EUC: “Conjuga estética, com economia e funcionalidade”, disse, elogiando o colega de governo reitoral.

Notícia completa na edição impressa do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.