Tentativa de homicídio por causa de terreno em Penacova chega a julgamento

Posted by

 

Um homem de 56 anos está acusado da prática de vários crimes em março de 2017 no concelho de Penacova. Segundo a acusação, a que o DIÁRIO AS BEIRAS teve acesso, o arguido vai responder no final deste mês por um crime de homicídio qualificado, na forma tentada, quatro crimes de ameaça agravada, um crime de condução em estado de embriaguez e um crime de introdução em lugar vedado ao público.

A história tem origem em divergências com a irmã dele, devido à posse de um terreno que o arguido entendia ser da sua propriedade. Nessa tarde de março, e a conduzir o seu veículo automóvel com uma taxa de álcool superior ao permitido por lei, dirigiu-se à casa da irmã. Neste local derrubou o portão do terreno, onde se encontrava o namorado da sobrinha, que foi atropelado, com duas fraturas nas pernas.

Após o atropelamento, o arguido pegou num machado, que tinha na bagageira do carro, mas o cunhado agarrou-lhe o braço, evitando desta forma males maiores. Chamada ao local, a GNR fez a detenção do arguido. O arguido encontra-se, neste momento, sujeito a termo de identidade e residência.

Toda a a informação na edição impressa de hoje, 11 de fevereiro, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.