Opinião: Dia dos namorados

Posted by

Atendendo ao dia que se comemora hoje tenho necessidade moral de focar aqui os dados de 2018, onde podemos constatar que de um universo de 3163 jovens (com a média de idades de 15 anos), 1773 ( 56%) foram vítimas de violência, sendo que 18% foram casos de violência psicológica, 16% de perseguições, 12% de violência através das redes sociais, 11% de situações de controlo, 7% de violência sexual e 6% de agressão física por parte de um(a) companheiro(a). Mas como se não bastasse de desassossego podemos ainda verificar, pelos mesmos estudos que para um em cada quatro jovens a violência sexual é “natural” no namoro.
Neste dia de comemoração das relações interpessoais com base no sentimento do AMOR, esta é uma realidade que deve inquietar HOJE educadores, professores, pais, mães e sociedade figueirense em geral, porque falam de um panorama que exige a mais rápida intervenção na prevenção desta realidade social.
Vejo assim a necessidade das instituições específicas, escolas e famílias providenciarem e dinamizarem ações que levem os jovens a tomar consciência de que as relações afetivas devem ser isentas de violência. Os jovens têm que aprender qual o significado do NÃO e aceitarem a liberdade e vontade do outro. Ser tolerante e respeitador das diferenças é algo que é imperioso hoje trabalhar com os jovens, se queremos prevenir situações futuras.
AMAR NÃO É AGREDIR!
Um bom dia de namorados!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.