Levantamento nos Bijagós é possibilidade na terceira Missão Catimbó

Foto DB-Carlos Jorge Monteiro

Fazer o levantamento dos casos de filariose linfática existentes no arquipélago dos Bijagós, na Guiné-Bissau, é uma nova possibilidade para a 3.ª edição da Missão Catimbó. O anúncio foi feito ontem por Celso Cruzeiro em conferência de imprensa no Pavilhão Centro de Portugal.
O médico cirurgião explicou que, para além da realização de novas cirurgias em doentes com filariose linfática, que tem sido a atividade central da missão, o trabalho de prospeção de casos existentes na Guiné-Bissau é também uma prioridade.
A Missão Catimbó, que teve a sua primeira viagem à Guiné-Bissau há um ano, em janeiro de 2018, e a segunda em junho do mesmo ano, já realizou 87 cirurgias, sendo que alguns dos doentes foram operados mais do que uma vez.
Agora, Celso Cruzeiro explica que é difícil prever quantos doentes serão operados nesta 3.ª missão, até porque na primeira viagem se previa operar 20, chegaram a operar 47.

 

Notícia completa na edição impressa de dia 11 de fevereiro de 2019

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.