João Ataíde apresenta queixa-crime contra autores de injúrias no Facebook

Posted by

DB- Carlos Jorge Monteiro

O presidente da Câmara da Figueira da Foz apresentou queixa-crime contra dois autores de comentários considerados injuriosos feitos no Facebook (uma professora aposenta e um colaborador de uma empresa multinacional, ambos residentes no concelho), na sequência da publicação de um vídeo sobre o abate de árvores na zona da requalificação da frente marítima de Buarcos.

Entretanto, ao que foi possível apurar, o Ministério Público já terá acusado os autores dos comentários de injúria agravada. Àqueles utilizadores da referida rede social ter-lhes-á ainda sido aplicada a medida Termo de Identidade e Residência.

Em declarações gravadas feitas ao DIÁRIO AS BEIRAS, João Ataíde confirmou a queixa e garantiu que apresentará “todas as queixas-crimes que forem manifestamente ofensivas e injuriosas”, porque, frisou, tem a sua “honra e dignidade a preservar”.

Informação completa na edição impressa

2 Comments

  1. maria neves says:

    As árvores, terão sido Plátanos? Em Coimbra também foi uma razia dessas árvores que alegadamente estariam a levantar a linha na Bencanta…
    Curiosamente, um madeireiro disse-me que tirasse os eucaliptos e pinheiros das minhas matas e plantasse Plátanos, porque a sua madeira era valiosa sendo o preço 40 vezes o do eucalipto e bastariam as podas para me encherem a carteira…
    Ainda por cima, voltam a rebentar à força toda…
    Se calhar os senhores Procuradores e Juízes não sabem desses pormenores, digo eu!
    Não me recordo desses comentários assaz insultuosos…

  2. Zé da Gândara says:

    O Sôdôtôr convive bem com a crítica, pelo que se pode ver 🙂

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.