Diário de Condeixa: Mercado Municipal diversificado

Posted by

DB-Pedro Ramos

O Mercado Municipal de Condeixa é o principal ponto de comércio da vila de Condeixa-a-Nova, às terças-feiras e sextas-feiras.
Ontem de manhã, embora com menos afluência de compradores do que é normal, de acordo com alguns vendedores e feirantes, o mercado continuava a mostrar toda a sua dinâmica de negócios, tanto no edifício principal, com uma área de cerca de três mil metros quadrados, como nos dois terreiros ao ar livre, de cada um dos lados da infraestrutura.

Peixeiro mais antigo do mercado
José Dias, de 56 anos, é responsável pela banca de peixe mais antiga do mercado. Recorda que ainda jovem, acompanhando o pai, se instalou em Condeixa-a-Nova, em 1999, onde passou a vender peixe às terças-feiras, sextas-feiras e sábados. Entretanto, José já completou 32 anos de atividade comercial, com um quotidiano nada fácil, que o obriga a levantar-se da cama, todos os dias úteis, pouco depois das 3H00 da madrugada.
Assim começa a viagem de Penela, onde reside, para a Nazaré, Figueira da Foz, e às vezes, Aveiro. O objetivo é comprar o melhor peixe destas lotas. De Peniche recebe peixe através de um intermediário.
Nos dias em que não vende no Mercado Municipal de Condeixa-a-Nova, está em Miranda do Corvo ou em Penela, já com clientela fixa.
Ontem estava a vender carapaus a 3,5 euros, a sardinha e a cavala a 4 euros, e caldeirada, feita pelo próprio, a 6,5 euros.

DB-Pedro Ramos

Comércio de aves de capoeira há 40 anos
Fora do edifício, mas mesmo junto ao portão de entrada do recinto, Joaquim Loio, de 67 anos de idade, e a mulher Maria do Carmo, de 64 anos, faziam o seu negócio de há cerca de 40 anos: venda de animais de criação como galinhas, pintos, patos e perus.
A sua principal clientela é composta por moradores das freguesias rurais do concelho “que sabem o que é comer carne de aves de qualidade, ao contrário desta malta nova, que são como os pintos de aviário, nem cantam, nem galeiam”.
Os pontos de venda na região são, principalmente, as feiras de Condeixa-a-Nova, uma vez por semana, que alterna com Águeda e Espinheira, em Penacova

Mercado muncipal com 20 anos de existência
Anabela Malo, do Gabinete de Apoio ao Empreendedor, destaca a diversificação de atividades do mercado, bem como as iniciativas que têm vindo a realizar-se nos últimos quatro anos, incluindo uma sessão com o chef Chakall e a atividade “Cozinheiro em Família”.

Reportagem completa na edição impressa de fim de semana do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.