Opinião: Na desportiva…

Posted by

Tínhamos um atirador olímpico: ficou sem local para treinar. Existiu um clube profissional de futebol a competir na I Liga: não tinha campo próprio, nem sede. O SUO VAIS tem vários campeões nacionais de atletismo: treinam na praia. Clubes como o Maiorca, o Paionense, o Cova-Gala, entre outros, jogam em “pelados”…

Dizem que 2018 foi o ano da consolidação do Figueira Beach Sports City junto do mercado empresarial. Supostamente, em 2019, com as iniciativas anteriores já consolidadas, a Figueira deverá assumir-se como a sede da European Beach Sports Cities Network. A Figueira Beach Sports City irá beneficiar de um conjunto de intervenções já realizadas no areal e zona envolvente, no âmbito dos financiamentos obtidos.

No dealbar de 2019, não é fácil encontrar informação sobre pavilhões ou complexos desportivos disponíveis num concelho “território sustentável do Atlântico”. A “Leslie” causou problemas de funcionamento a alguns clubes. Continuam por resolver.

Numa urbe com tantas carências em instalações desportivas, a “autarquia contratou Madjer, por 10 mil euros, para promover desportos de praia”! Num “Município Amigo do Desporto”, alguém conhece “a política de apoio ao desporto de excelência”? No concelho, o conceito desportivo está definido: a aposta é em eventos elitistas, nos quais o cidadão é um mero espectador. Perante isto, os figueirenses podem estar satisfeitos?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.