Empresas que fazem gestão de resíduos acusam CCDRC de atrasar licenças

Posted by

FOTO DR

A APOGER, associação setorial de operadores de recicladores, acusa a CCDRC de forçar as empresas de gestão de resíduos à “maior e mais escandalosa obrigação de apresentação de burocracias sem fim”. Um processo que afeta, mesmo, as firmas que “trabalham com resíduos não perigosos e sem qualquer impacto ambiental ou na saúde pública”.
Em comunicado, a APOGER dá conta de uma auditoria que realizou, “por amostragem e tendo por base cópias numeradas e autenticadas, a processos de licenciamento que correm termos na CCDR Centro”. As conclusões apontam “reiteradas irregularidades”, refere.
Segundo a associação, as conclusões da auditoria foram enviadas à CCDRC, em outubro. “Até à data não tiveram resposta, e menos ainda, foram corrigidas as irregularidades apontadas”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.