BV Figueira da Foz quer proteção legal para os partos na ambulância sem acompanhamento médico

Posted by

Foto: DB-J.A.

Desde que a maternidade do Hospital Distrital da Figueira da Foz encerrou, em dezembro de 2006, nasceram 27 crianças, a caminho de Coimbra, na ambulância “Nossa Senhora do Ó”, dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz (BVFF). A direção da corporação quer acautelar a proteção legal dos bombeiros que fazem os partos sem acompanhamento médico.

“De forma cautelar, solicitei ao nosso apoio jurídico a formatação de uma qualquer figura jurídica, tipo providência cautelar, que crie já em relação aos bombeiros um mecanismo de proteção legal”, adiantou o presidente dos BVFF, Lídio Lopes, para esta reportagem do DIÁRIO AS BEIRAS sobre as crianças nascidas na “Nossa Senhora do Ó”.

Informação completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.