AAC exige clareza em relação às propinas

Posted by

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Daniel Azenha, presidente da Associação Académica de Coimbra (AAC), questiona as prioridades governativas do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Em causa as declarações de Manuel Heitor ao semanário Expresso, em que referiu nunca ter defendido o fim das propinas no Ensino Superior português.

A Associação Académica de Coimbra encara “com preocupação” as recentes declarações de Manuel Heitor: “Por um lado, demonstra uma total falta de planeamento e de visão estruturada para o Ensino Superior, sendo impercetível a linha política que guia esta governação. Por outro lado, realça-se o retrocesso protagonizado por Manuel Heitor que, com apenas o distanciamento de 19 dias, afirma tudo e o seu contrário”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.