PJ detém mulher a tentar introduzir 300 doses de heroína na Penitenciária

Foto de Luís Carregã

A Diretoria do Centro da Polícia Judiciária deteve, na tarde do passado domingo, uma mulher de 36 anos como presumível autora da prática de um crime de tráfico de estupefacientes agravado. A suspeita, funcionária de uma IPSS do distrito de Aveiro, preparava-se para visitar um recluso no Estabelecimento Prisional de Coimbra, acompanhada de uma criança, quando lhe foram apreendidas 300 doses de heroína (30 gramas) escondidas na sua genitália.
A detenção, concretizada em estreita colaboração com os Serviços Prisionais, enquadrou-se numa investigação que visa combater a introdução e a comercialização de produtos estupefacientes em meio prisional.
A detida, que foi abordada e detida por elementos da Polícia Judiciária, pretendia entregar, furtivamente, aquele produto estupefaciente ao recluso.

600 doses apreendidas
no total
Na sequência da investigação, já fora da cadeia, foram apreendidas mais 30 gramas de heroína, perfazendo um total de 600 doses, que, no preço praticado neste tráfico do universo prisional, equivale a 18 mil euros.

Notícia completa na edição impressa de hoje

One Comment

  1. Devia ser imediatamente despedida da IPSS!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.